sábado, 24 maio 2024

“Passei quatro dias procurando e não encontrei”, diz morador após filho se afogar no Rio Purus

Redação ContilNet

O trabalhador rural Laércio Cruz de Souza, residente das margens do Rio Purus, na cidade de Santa Rosa, está desolado. No dia 17 de abril deste ano, ele perdeu seu filho identificado como Francisco Cruz Souza, vulgo “Sabido”, que foi vítima de afogamento.

Em entrevista ao radialista Pelegrino Ferreira, de Santa Rosa, Laércio demonstrou muita tristeza e disse que passou quatro dias no rio à procura do filho, entretanto, não foi possível encontrá-lo. “Isso me deixou muito contrariado.

Meu filho era uma pessoa do bem, aonde eu chego as pessoas só me dão notícias boas dele. Quando fiquei sabendo do sumiço dele, me destaquei para o Rio Purus e durante quatro dias procurei o meu filho, mas não encontrei. É muito triste para mim voltar para casa e não saber como aconteceu”, comentou.

Os mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Sena Madureira também realizaram buscas, porém, não obtiveram êxito.

Francisco Cruz Souza, o “Sabido” desapareceu nas águas do Purus na terça-feira, 17 de abril, no momento em que trafegava em uma embarcação. De acordo com relatos, em determinado momento da viagem, ele foi para a popa da canoa e ficou sozinho por lá. Enquanto isso, seu outro companheiro de viagem ficou na parte da frente da embarcação.

O desaparecimento só foi notado cerca de 20 minutos depois quando o rapaz foi até a popa da canoa e não o encontrou mais.

Em Santa Rosa do Purus, há relatos de que Francisco era bastante dedicado ao trabalho e uma pessoa muito querida naquela região. Familiares e amigos ainda estão bastante consternados com o ocorrido.

Últimas