domingo,26 maio 2024

Campeão da Copa do Qatar receberá US$ 42 milhões; o vice ganhará US$ 30 milhões

A final da Copa do Mundo do Qatar é realizada neste domingo (18.dez.2022) entre as seleções da Argentina e da França. Além do troféu de 6 kg e ouro 18 quilates, os times disputam ainda uma premiação de US$ 42 milhões.

É o maior prêmio já pago pela Fifa à seleção campeã mundial –uma alta de 10% ante o distribuído em 2018. O vice-campeão receberá US$ 30 milhões, valor que também é recorde.

Eis a evolução das premiações em valores nominais (não corrigidos pela inflação):

Leia as cifrar pagas às seleções já eliminadas da Copa do Qatar:

3ª colocada: US$ 27 milhões; 4ª colocada: US$ 25 milhões; eliminadas nas quartas: US$ 17 milhões; eliminadas nas oitavas: US$ 13 milhões; eliminadas na fase de grupos: US$ 9 milhões. O montante totaliza US$ 440 milhões. É o equivalente a 42% do valor separado pela Fifa para pagar seleções e clubes que cederam jogadores ao torneio.

COPA DO MUNDO DA FIFA

A Copa do Mundo de Futebol é um evento esportivo privado com fins de lucro. É realizado a cada 4 anos pela Fifa (Federação Internacional de Futebol), que espera ter recorde de de receita com o evento no Qatar em 2022. As seleções se classificam por meio de disputas prévias eliminatórias. A comissão técnica e o elenco de cada time que disputa a competição são escolhidos por entidades privadas.

No caso do Brasil, cabe à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) definir quem é o treinador e quais são os jogadores “convocados” (na realidade, todos são convidados e vai quem tem interesse; como o ganho comercial de marketing é grande, os atletas sempre atendem à “convocação”).

O governo do Brasil não tem nenhuma influência na escolha do time que participa do torneio. Ou seja, não é o país que está representado na Copa do Mundo, mas uma equipe de futebol escolhida por uma entidade privada.

Últimas