sábado, 24 maio 2024

Mistério de Mona Lisa: Geóloga identifica provável cenário que Leonardo Da Vinci pintou obra

O Globo

São muitos os mistérios que envolvem Mona Lisa, a pintura de Leonardo da Vinci. Quem é ela? (Provavelmente Lisa Gherardini, esposa de um nobre italiano). Ela está sorrindo? (A resposta curta – mais ou menos.)

Embora muito sobre a figura mais enigmática do mundo da arte tenha sido relegado ao reino do desconhecido, agora, em uma estranha interseção entre arte e geologia, pode haver um mistério a menos: onde ela estava sentada quando da Vinci a pintou.

Segundo Ann Pizzorusso, uma geóloga e estudiosa da arte renascentista, Vinci estava sentado em Lecco, na Itália, uma cidade idílica próxima às margens do Lago Como quando pintou Mona Lisa.

A conclusão, segundo Pizzorusso, é óbvia. Ela já havia feito a descoberta anos atrás, mas nunca percebeu sua importância.

“Vi a topografia perto de Lecco e percebi que este era o local”, disse a especialista.

O cenário sem graça tem algumas características importantes. Entre elas, uma ponte medieval que a maioria dos estudiosos considerou como a chave para o ambiente de da Vinci.

Contudo, Pizzorusso contou que a forma do lago e o calcário cinza-branco foram capazes de “denunciar” que Lecco é o local da pintura.

“A ponte pode se desgastar, com isso você tem que combinar a ponte com um lugar onde Leonardo estava, e com a geologia”, explica a geóloga.

Pizzorusso havia feito a conclusão que a pitoresca vila à beira do lago era o cenário da obra-prima de da Vinci anos atrás, em uma viagem a Lecco.

Foi só quando um colega se aproximou dela, procurando informações sobre os possíveis cenários da Mona Lisa, que Pizzorusso percebeu que suas conclusões tinham mérito acadêmico.

“Eu costumava contar às pessoas, mas nunca fiz nada”, disse ela. Agora, porém, a tecnologia de mapeamento tornou sua tese mais aceitável.

“Em Lecco, eles mencionam isso há anos”, disse Donald Sassoon, professor de história europeia comparada. Ele apontou para um artigo de 2016 em um site de notícias local italiano, escrito por um acadêmico de Lecco que identificou características geográficas semelhantes às observadas por Pizzorusso.

“Eu não me preocuparia, identificar o local não teria impacto”, disse o professor Sassoon ao ser questionado sobre a divulgação da descoberta de Pizzorusso.

Para Pizzorusso, no entanto, a conclusão é menos sobre a arte do que sobre o homem. Nas pistas discretas da Mona Lisa, da Vinci se revela não apenas como um pintor habilidoso, mas também como um estudioso minuciosamente cuidadoso da ciência e da geologia, como ela analisa.

 

Últimas