sábado, 24 maio 2024

Pai de autista, deputado pede desculpas por não ter comparecido a audiência sobre TEA na Aleac

Matheus Mello, ContilNet

Na segunda-feira (13), a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) realizou uma audiência pública voltada para discutir as dificuldades enfrentadas na busca pelos direitos de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Na audiência, apenas um deputado estadual marcou presença: Afonso Fernandes (PL). O requerimento da reunião foi apresentado pela Mesa Diretora da Aleac. A audiência reuniu representantes da Defensoria Pública do Estado, Ministério Público do Acre, governo, Secretaria de Estado de Saúde e Educação, além de familiares de autistas.

Na sessão da Aleac desta terça-feira (14), o deputado estadual Pablo Bregense (PDT) pediu desculpas aos pais pela ausência na audiência. Pai de uma criança autista, o deputado disse que faltou à reunião por questões de ‘falta de comunicação’.

Para remediar a situação, o deputado pediu no plenário que a Casa receba na quarta-feira (15) os representantes das instituições que buscam os direitos dos autistas.

“Eu propus que a gente receba eles aqui, que a gente ceda pelo menos 10 minutos para que eles estejam colocando as reivindicações”, disse.

Bregense aproveitou ainda para pontuar os projetos importantes para as pessoas com TEA, que a Assembleia Legislativa do Acre aprontou nos últimos meses. “Essa Casa abraçou essa causa. É uma pauta que não existe esquerda e direita. Todos em prol da causa”.

Últimas