sábado, 24 maio 2024

Operação: polícias prendem madeira ilegal no Acre; material será usado para construir móveis

Vitor Paiva, ContilNet

Uma operação conjunta entre diversos órgãos do governo acreano e a União terminou com uma apreensão de madeira oriunda da exploração ilegal, no interior do estado do Acre, em Capixaba.

A madeira apreendida será destinada a projetos dentro do sistema prisional, para que sejam  realizados trabalhos manuais e assim se construam móveis.

O trabalho foi feito de maneira conjunta pelo  Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) e Polícia Penal, o Batalhão de Policiamento Ambiental, da Polícia Militar do Estado do Acre, o Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac) e Ministério da Pesca e Aquicultura.

Em nota, os representantes das instituições envolvidas afirmaram que operações como esta são um avanço importante no que diz respeito ao cuidado e preservação dos recursos naturais do estado.

A apreensão ocorreu em Capixaba, no interior do estado/Foto:Reprodução

“A dedicação e o profissionalismo demonstrados por todas as instituições envolvidas foram fundamentais para o sucesso desta operação, que representa um avanço significativo na preservação dos nossos recursos naturais e no combate ao crime ambiental. Reconhecemos o compromisso e a coragem de todos os agentes que participaram dessa importante iniciativa, cujo impacto positivo reverbera não apenas em nossa região, mas também em todo o país. Que esta parceria continue a fortalecer-se em prol do bem-estar da nossa comunidade e da proteção do nosso meio ambiente”, diz nota publicada acerca da ação.

Últimas