sábado, 24 maio 2024

Governo analisa instalação de empresa multinacional na ZPE; marca atua em mais de 20 países

Matheus Mello, ContilNet

O governo do Acre anunciou nesta segunda-feira (6) que voltou a negociar a Zona de Processamento e Exportação (ZPE), localizada em Senador Guiomard.

Agora, o Estado analisa uma proposta de instalação de um lote na ZPE, apresentada pela empresa Aje, do Peru, que atua em mais de 20 países da América Latina, Ásia e África. A logística de transporte pelo corredor interoceânico já foi analisada como melhor estratégia por consultores do grupo.

“A ideia é utilizarmos Puerto Maldonado como saída dos produtos do nosso portfólio global e o Acre ser a porta de entrada desse comércio bilateral, com a utilização do corredor interoceânico e, futuramente, a produção na ZPE”, disse Gonzalo Person, diretor da empresa.

Entre os produtos do portfólio da empresa estão marcas como a Bio, Cielo, Pulp, Free Tea, Cifrut, Sporade, BIG Cola e Volt, em mais de oito categorias.

Reunião entre representantes do Estado e da empresa aconteceu no domingo/Foto: Clemerson Ribeiro

O secretário Assurbanípal Mesquita destacou a visão da empresa na valorização de produtos da floresta. Uma das políticas de produção da empresa é a utilização apenas de palmeiras não cortadas para garantir a sustentabilidade do ecossistema.

“Esse triângulo de sustentabilidade está conectado à política ambiental do Brasil. O Acre já é referência. Produtos com utilização do açaí, por exemplo, que a Aje produz, podem fortalecer a economia familiar. Vamos aprofundar o diálogo, fortalecendo o comércio com as comunidades nativas”, acrescentou Mesquita.

Negócio antigo

Em 2021, o governo do Acre havia sacramentado a venda da ZPE a empresa China Haiying do Brasil. Na época, o grupo arrematou o negócio por R$ 25 milhões.

Porém, a empresa não realizou o pagamento da primeira parcela e o Estado então decidiu cancelar o negócio.

No ano passado, o governo tornou a Administração da Zona de Processamento de Exportação (AZPE) totalmente regularizada, com mais 52 escrituras públicas entregues. Na época, o governador Gladson Cameli assinou os atos registrais que possibilitaram a regularização das áreas que seriam ocupadas por indústrias ou empresas na AZPE.

O que é a ZPE

A ZPE é um distrito industrial incentivado, em que as empresas nela localizadas operam com suspensão de impostos e contribuições federais e liberdade cambial (podem manter no exterior 100% das divisas obtidas nas exportações).

Com a mudança da Lei Federal nº 11.508/2007, com alterações pelas leis nº 11.732/2008, 12.767/2012 e 14.184/2021, que permitem 100% de vendas para o mercado nacional, o modelo de ZPE se tornou um forte atrativo para empresários do mundo todo.

Últimas