Encerramento de centro de emergência contra dengue no Acre, durante Governo Lula, após surto

Permaneceu ativo por 142 dias e foi encerrado nesta quinta-feira (4).

Em apenas seis meses, o estado do Acre notificou mais de 24 mil casos de dengue, conforme dados do Observatório da Secretaria de Estado de Saúde.

No início do ano, o Acre liderou em incidência dessa doença em todo o país.

Anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde/Foto: Reprodução

O surto não se limitou ao Acre, com outras unidades federativas também declarando estado de emergência devido ao aumento significativo de casos de dengue.

Para lidar com a situação nacional, o governo federal estabeleceu o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública para Dengue e outras Arboviroses (COE) em fevereiro.

O COE ficou operacional por 142 dias e foi desativado nesta quinta-feira (4), conforme anunciado pelo Ministério da Saúde.

No Acre, as principais ações do Centro incluíram:

– Visitas técnicas para apoiar a Secretaria de Saúde do Estado.
– Investigação epidemiológica em municípios com casos confirmados de febre Oropouche.
– Vigilância epidemiológica de arboviroses em áreas indígenas.

Apesar do encerramento das atividades do COE, o Ministério da Saúde informou em comunicado que já está elaborando um plano de combate à dengue e outras arboviroses para os anos de 2024 e 2025.

 

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas