Primeiro registro de Ronnie Lessa em presídio de Tremembé é divulgado

Ronnie Lessa chegou na P1 de Tremembé na última quinta-feira (20/6) após ter confessado ser o assassino da vereadora Marielle Franco

A fotografia de registro de Ronnie Lessa na Penitenciária I de Tremembé, no interior de São Paulo, foi divulgada nesta segunda-feira (24/6). O réu confesso do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes deu entrada no presídio na última quinta-feira (20/6).

Na imagem, Ronnie Lessa aparece na clássica pose de registro de detenção com uma camiseta clara em um fundo branco. No registro ainda consta o nome da unidade prisional em que ele se encontra e o dia de sua entrada.

Reprodução

Salve do PCC

Na última quinta, o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspesp) recebeu um e-mail denunciando um suposto “salve” do Primeiro Comando da Capital (PCC) para matar o miliciano.

Metrópoles teve acesso ao conteúdo do envio. Nele afirmava que “o presos da P1 já receberam um salve para o matar o Lessa” e que a ordem é virar a cadeia. Ainda de acordo com a entidade, a unidade prisional é dominado pelo facção.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, pediu na sexta-feira (21/6) informações ao governo de São Paulo, à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as ameaças.

O Sifuspesp já havia manifestado uma posição contrária a transferência de Ronnie Lessa à Tremembé alegando que a ação trazia riscos à segurança da unidade e do próprio detento.

20 dias isolados

Ronnie Lessa vai passar seus 20 dias iniciais isolado do restante na penitenciária. Além disso, está em uma cela de nove metros quadrados. A informação foi confirmada pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas