Inauguração da ponte do Judia marcada para julho sem a participação de Bocalom após 30 anos

A obra tem um custo estimado superior a R$ 7 milhões, sendo aproximadamente R$ 3,4 milhões provenientes de uma emenda da vice-governadora, à época senadora, Mailza Assis.

Em outubro do ano anterior, o prefeito Tião Bocalom, de Rio Branco, formalizou o início de uma das obras mais esperadas pela comunidade do 2º Distrito da cidade: a construção da Ponte do Judia.

O investimento totaliza mais de R$ 7 milhões, sendo aproximadamente R$ 3,4 milhões provenientes de uma emenda da então senadora e atual vice-governadora, Mailza Assis, enquanto o restante foi financiado pelos recursos próprios da Prefeitura de Rio Branco.

Projeto da ponte sobre o igarapé da Judia/Foto: Reprodução

A nova estrutura da ponte se estende por 88 metros, com acessos pavimentados em ambos os lados, incluindo diversos serviços adicionais.

Inicialmente programada para ser concluída em 6 de julho, a entrega da obra foi adiada para o final do próximo mês devido aos impactos da última enchente e atrasos na chegada de materiais, conforme revelado pelo prefeito Tião Bocalom em entrevista à TV 5 nesta sexta-feira (21).

Bocalom mencionou que, por ocorrer durante o período pré-eleitoral, não poderá participar da cerimônia de inauguração da ponte de acordo com a Lei nº 12.034/2009, que proíbe candidatos de comparecer a inaugurações de obras públicas nos três meses que antecedem o pleito.

“Eu não estarei presente na inauguração devido ao período eleitoral. Mas o importante é que a população e os secretários estarão presentes. O que importa é o benefício”, destacou o prefeito.

Imagem mostra o andamento da obra nesta sexta (21)/Foto: Reprodução

Ele enfatizou que a Ponte do Judia beneficiará 23 bairros da capital, economizando consideravelmente o tempo de deslocamento. Bocalom citou o exemplo do bairro Benfica, que terá uma ligação direta com o Canaã através da ponte. Sem essa obra, os moradores precisariam percorrer até o Centro da cidade pela BR-364.

“A distância do Benfica até o Terminal Urbano é de 10 quilômetros. Com a ponte, sem precisar passar pelo centro, a distância é de menos de dois quilômetros. Isso representa uma grande economia”, explicou.

Para acompanhar o progresso da obra em tempo real, visite o site De Olho na Obra.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas