Brasiléia realiza o 2º Fórum Comunitário do Selo UNICEF

O 2º Fórum Comunitário é uma das grandes etapas do projeto Selo UNICEF

A Prefeitura de Brasiléia, por meio das Secretarias de Educação e de Assistência Social, promoveu o 2º Fórum Comunitário do Selo UNICEF.

Foto: Ascom

O evento que aconteceu nesta quinta-feira, 20, no auditório Maria da Paz tem como objetivo de promover um espaço de planejamento participativo, troca de informações e diálogo entre diversos membros da comunidade sobre políticas públicas municipais voltadas para a infância e adolescência.

O fórum contou com a presença de diversas autoridades e representantes da comunidade, entre os participantes estavam a prefeita Fernanda Hassem, a articuladora do Fórum no município, Elizângela Ferreira, o vereador João Rocha, a secretária municipal de educação, Francisca Oliveira, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), Joana Bandeira, a coordenadora do Núcleo Estadual de Educação, Maria Cecília Carvalho, Namy Emília do Núcleo de Adolescente de Brasiléia, Gleyciane Jerônimo, presidente do Conselho Tutelar, além de estudantes e gestores escolares da rede municipal e estadual e secretários municipais.

Foto: Ascom

O 2º Fórum Comunitário é uma das grandes etapas do projeto Selo UNICEF e serve como um momento crucial para o planejamento e avaliação das políticas públicas direcionadas às crianças e adolescentes no município.

A iniciativa busca fortalecer a participação comunitária e garantir que as ações e programas desenvolvidos atendam efetivamente às necessidades da juventude local.

Foto: Ascom

Namy Emília, representante do Núcleo de Adolescente de Brasiléia, enfatizou a importância de ouvir as vozes dos jovens na formulação das políticas públicas:

“É fundamental que nós, jovens e adolescentes, tenhamos espaço e voz nesses fóruns. Nossa perspectiva é essencial para que as políticas públicas atendam verdadeiramente às nossas necessidades. Queremos ser parte ativa na construção de um futuro melhor para nossa comunidade”, disse Emília.

Foto: Ascom

A prefeita Fernanda Hassem ressaltou a importância do fórum como um espaço democrático e inclusivo, onde todos têm a oportunidade de contribuir para a construção de um município mais justo e acolhedor para as crianças e adolescentes. “O nosso compromisso é garantir que todas as crianças e adolescentes de Brasiléia tenham acesso a uma educação de qualidade, saúde e proteção. Este fórum é fundamental para ouvirmos a comunidade e juntos construirmos políticas públicas mais eficazes”, afirmou a prefeita.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas