Fatalidade nas estradas: vídeo mostra mortal acidente de motociclista com fragmentos pelo caminho

O condutor do veículo envolvido no acidente, que possivelmente arrastou a vítima, deixou o local da ocorrência sem prestar socorro.

Um trágico acidente envolvendo um motociclista, identificado como Edberto Souza Silva, de 33 anos, ocorreu na manhã desta quinta-feira (13) no km 3 da rodovia AC-90, conhecida como estrada Transacreana, em Rio Branco.

O local foi isolado pela polícia/Foto: ContilNet

Edberto, que estava a bordo de uma motocicleta preta, com placa NAF 8G09, seguia no sentido zona rural/zona urbana quando foi atingido por outro veículo e possivelmente arrastado pela estrada.

O acidente ocorreu por volta das 5h da manhã e, infelizmente, não há testemunhas oculares do momento exato da colisão, pois o motorista responsável fugiu do local.

Pedaços do corpo da vítima ficaram espalhados pela estrada/Foto: ContilNet

A cena do acidente chocou os transeuntes. O capacete foi arremessado da cabeça da vítima e estava gravemente danificado, enquanto fragmentos da motocicleta e do corpo do rapaz estavam dispersos pela estrada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado por populares que passavam pelo local e se depararam com a situação, mas infelizmente, devido às múltiplas fraturas no corpo e na cabeça, a vítima foi declarada morta no local.

A perícia compareceu ao local e, após a conclusão do laudo pericial, será possível compreender a dinâmica completa do acidente.

O corpo de Edberto foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames periciais e posteriormente foi liberado para a família.

Um vídeo, enviado para nossa equipe de reportagem, registrou o momento exato do acidente que vitimou Edberto. Nas imagens, é possível observar a motocicleta se aproximando de dois caminhões boiadeiros no sentido contrário.

O farol da moto é visível antes de desaparecer, indicando o momento em que ele foi atingido pelo caminhão que vinha atrás.

As imagens, embora não sejam totalmente claras, sugerem que Edberto pode ter perdido o controle da moto ou colidido com algum obstáculo, levando-o a atravessar para a pista contrária.

Não há indícios de que os caminhões tenham invadido a faixa oposta, levantando a possibilidade de que a moto tenha sido “sugada” pelo vácuo entre os dois veículos. A perícia será fundamental para esclarecer detalhadamente os eventos que culminaram no acidente.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas