Aleac debate comércio bilateral: “O corredor bioceânico vai impulsionar o crescimento do Acre”, diz Gonzaga

A consultora de relações internacionais, Marta Cerqueira Melo, apresentou aos participantes estratégias de fortalecimento do corredor bioceânico

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga (PSDB), participou nesta terça-feira (11) de reunião com representantes do governo do Acre e equipe de relações internacionais para tratar sobre o corredor bioceânico e ações para exportação e integração pelo Arco Norte, eixo de escoamento para exportações aos países sul-americanos.

A consultora de relações internacionais, Marta Cerqueira Melo, apresentou aos participantes estratégias de fortalecimento do corredor bioceânico. Ela explicou que o modelo de centro unificado e fronteiras poderá beneficiar o comércio bilateral entre Acre e Peru.

“Muitas ações estão sendo feitas para consolidadar o corredor que é fundamental tanto no ponto de vista do fortalecimento da integração sul-americana quanto do desenvolvimento da infraestrutura e logística do Arco Norte. O grande desafio é criar um espaço aduaneiro que seja compatível com a estratégia do corredor bioceânico. Estamos propondo uma modelo de centro unificado de fronteiras que já existe na fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina e trazer pra cá um modelo parecido que vai garantir agilidade tanto para cargas quanto para turistas no fluxo para o Peru”, explicou.

O presidente Luiz Gonzaga destacou que a união dos poderes, instituições e empresários é fundamental para que o corredor bioceânico funcione na prática e impulsione o crescimento econômico do estado do Acre.

O parlamentar também reconheceu que o esforço do governador Gladson Cameli para integrar o Acre comercialmente com outras regiões.

“A união dos poderes, instituições, comércio e indústria é muito importante para esse fortalecimento do corredor bioceânico e desenvolvimento do Acre. A Aleac e o governo do Estado têm essa visão e por isso estamos discutindo estratégias para que o comércio bilateral aconteça, pois é importante para o crescimento do nosso estado. O governador Gladson tem trabalhado para integrar o Acre a outros centro comerciais pelo mundo”, disse o presidente.

O secretário de Estado de Indústria, Ciència e Tecnologia, Assur Mesquita, destaca que o Acre tem avançado nas parcerias com o governo do Peru para o desenvolvimento do comércio bilateral e turismo entre as duas regiões.

Assur destaca a importância do governador Gladson e o presidente Gonzaga na luta pelo comércio bilateral.

“Dentro da estratégia do governo em parceria com a Aleac para o fortalecimento do corredor está a união das instituições e planejamento a médio e longo prazo. Já estamos realizando parcerias com estados vizinhos e o Peru para apresentar nossos produtos e pacores de turismo. Essa rota do pacífico é o grande propulsor desse movimento. Os negócios já estão acontecendo com empresários aderindo a essa proposta. O Legislativo tem nos ajuado nesse processo com o apoio do presidente Gonzaga. O nosso governador também tem dado atenção especial para o setor industrial e comércio do Acre com outros países”, disse Assur.

Por fim, o secretário de Planejamento do Estado, Ricardo Brandão, afirmou que o governo e demais órgãos irão criar um grupo de trabalho para definir as prioridades do estado no comércio com outros países.

“Hoje o estado do Acre já está inserido nessa rota de integração comercial e vamos criar um grupo de trabalho para definir estratégias para impulsionar a economia do Acre. A partir de agora vamos criar uma logística e desembaraçar as questões burocráticas para aproveitar o corredor bioceânico”, disse.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas