Mulher é violentamente agredida com cabo de vassoura e vai parar no Pronto-Socorro de Rio Branco

Ataque com vassoura deixa mulher com corte profundo na testa; suspeitos continuam foragidos

Uma mulher em situação de rua, identificada como Maria José do Nascimento Lima, 53 anos, foi brutalmente agredida a golpes de vassoura na cabeça na noite desta quarta-feira (5).

As agressões aconteceram dentro de uma residência abandonada situada na rua Shalom, no bairro Santa Inês, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Vítima Maria José do Nascimento Lima sendo atendida pelos paramédicos após brutal agressão/Foto: ContilNet

Segundo informações da polícia, Maria estava na casa abandonada com mais dois moradores em situação de rua, consumindo crack, quando foi surpreendida por dois faccionados que invadiram o local e, de posse de um cabo de vassoura, foram até o quarto onde Maria estava e começaram agredi-lá com golpes na cabeça.

Após a agressão, os autores do crime fugiram.

Paramédicos prestam socorro à Maria José/Foto: ContilNet

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, e uma ambulância de suporte avançado foi enviada. Os paramédicos prestaram os primeiros socorros e encaminharam Maria José ao Pronto-Socorro de Rio Branco.

Segundo o médico do Samu, Vitor Balbino, a mulher tinha um corte profundo de aproximadamente 6 cm na testa, com exposição óssea, mas seu estado de saúde era estável.

Policiais militares do 2° Batalhão estiveram no local, colheram as características dos criminosos e realizaram patrulhamento na região em busca de prendê-los, mas eles não foram encontrados.

Severo corte na testa de Maria José do Nascimento Lima após ser atacada com uma vassoura/Foto: ContilNet

A reportagem conversou com uma mulher em situação de rua que estava próximo ao local do crime, que relatou que Maria foi agredida por ter furtado uma bicicleta.

Local do crime/Foto: ContilNet

Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) colheram as primeiras informações e o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas