Deputado critica nomeação de delegado para o Iapen: “Só conhece o sistema quem está lá”

O deputado destacou ainda que a crítica não tem viés político, ao falar que a escolha do novo presidente não precisaria ser uma indicação do grupo dele

O deputado estadual Arlenilson Cunha (PL) fez duras críticas sobre a decisão do governador Gladson Cameli de nomear o delegada da Polícia Civil Marco Frank, como presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).

O delegado assumiu o cargo interinamente no lugar do ex-presidente Alexandre Nascimento, que pediu exoneração após acusações de assédio moral.

Deputado Arlenilson Cunha e o novo presidente do Iapen, Arlenilson Cunha/Foto: montagem

Arlenilson, que já presidiu o Iapen, criticou o fato de Gladson não ter optado por nomear um policial penal para o cargo e citou a lei orgânica da Polícia Penal que diz que o sistema prisional deve ser presidido por um servidor de carreira.

“Nada contra o delegado. Mas será que não existe um policial penal qualificado? Quem conhece o sistema prisional é quem está lá”, defendeu.

O deputado destacou ainda que a crítica não tem viés político, ao falar que a escolha do novo presidente não precisaria ser uma indicação do grupo dele. “Essa nomeação foi uma reposta dura e negativa aos policiais penais”.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas