Policial civil teria ameaçado matar promotor de Justiça e Gaeco investiga caso no Acre

As informações apontam que as ameaças foram descobertas após uma denúncia anônima

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado  (GAECO) passou a investigar supostas ameaças de mortes contra o promotor do Ministério Público do Acre, Tales Tranin.

Promotor Tales Tranin, do Ministério Público/Foto: cedida

As ameaças teriam sido feitas por um policial civil, que atualmente é monitorado por tornozeleira eletrônico, em razão de um processo de tráfico de drogas.

As informações apontam que as ameaças foram descobertas após uma denúncia anônima, que diz ter ouvido o policial discutindo o plano de matar o promotor.

ContilNet tentou contato com o Ministério Público do Acre para obter mais informações sobre a investigação, e aguarda retorno.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas