Juiz que julgou casos polêmicos no Acre sofre infarto em casa e precisa ser socorrido pelo Samu

O juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca de Rio Branco, Alesson Santos Braz, de 43 anos, conhecido por julgar casos emblemáticos no Acre, sofreu um infarto em casa no último sábado (25) e precisou ser socorrido por uma equipe do Samu.

Ele chegou ao Pronto Socorro de Rio Branco, mas logo foi encaminhado em estado estável a Unimed.

O Tribunal de Justiça do Acre informou que não irá comentar sobre o caso, por se tratar de uma questão pessoal do magistrado.

Alesson atua no Poder Judiciário do Acre desde 2009. Ele foi o magistrado responsável por casos como a morte da jovem Adriana Paulichen, morta pelo marido, da morte de Johliane, morta durante um racha em Rio Branco e do acusado pela morte do jovem Adriano Barros, assassinado dentro de um ônibus com um tiro na cabeça.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas