Polícia prende ‘delegado’ que aterrorizava comunidade e estuprou mãe e filha no Acre

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Rodrigues Alves, prendeu nesta sexta-feira (24), um homem que se autointitulava ‘delegado da Nova Cintra’. O homem é acusado de vários crimes e era temido pela comunidade local.

O mandado de prisão foi emitido no final e 2023, a pedido do delegado Marcilio Laurentino. ‘Delegado’ foi acusado de espancar a companheira, com quem viveu por cerca de quatro meses, além de estuprá-la e ameaçá-la de morte.

A vítima e sua filha de 12 anos, que também teria sido estuprada e ameaçada, fugiram enquanto o acusado continuou morando na residência. Segundo a polícia, ele é, também, membro de uma facção criminosa.

O homem teria, ainda, ferido duas pessoas com arma branca, cometido furtos e roubos, no entanto, as vítimas não o denunciavam.

O delegado Marcilio Laurentino, responsável pelo caso, informou que diversas tentativas de prender o acusado foram realizadas, porém sempre que a polícia chegava ao local ele fugia pela mata.

Nesta sexta-feira, os policiais se disfarçaram e após uma hora de mata fechada chegaram à residência onde o acusado estava, conseguindo efetuar a sua prisão.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas