Número de migrantes cresce na fronteira do Acre e Prefeitura precisa criar 2ª casa de apoio

O prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia (PP), disse em entrevista ao site AC24horas, que o fluxo de migrantes no município voltou a crescer e a Prefeitura precisou criar uma segunda casa de apoio.

Atualmente, a cidade está acomodando cerca de 100 estrangeiros, a maior parte deles venezuelanos.

“A gente tem percebido, mais uma vez, o aumento na chegada de estrangeiros, na maioria venezuelanos. Tivemos que abrir uma outra casa de apoio, alugando um outro imóvel, mais espaçoso e ventilado, e estamos colocando as pessoas solteiras em um local e as famílias no outro”, disse em entrevista.

O prefeito também destacou que há uma mudança de hábito de parte dos migrantes, que está se recusando a ser levada para os abrigos, optando por ficar nas ruas, onde passam a pedir, principalmente dinheiro, para arcar com os custos de deslocamento para onde pretendem ir dentro do território brasileiro, além de caronas.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas