Marido de cantora gospel brasileira é preso nos EUA acusado de estupro de criança

O marido da cantora gospel Heloísa Rosa, Marcus Grubert, foi preso nesta terça-feira (22) em Orlando, nos Estados Unidos, acusado de abusar sexualmente de uma criança de seis anos. A informação foi revelada pelo programa “Encontro com Patrícia Poeta”.

O caso, que aconteceu em 2023, envolveu duas famílias brasileiras. Segundo relato da mãe da vítima, o abuso ocorreu quando a criança passou a noite na casa da cantora e a prisão de Marcus foi um alívio para a família, que nesse meio tempo recebeu apoio psicológico profissional para lidar com a situação. (Leia mais abaixo)

“As crianças eram muito amigas, muito próximas. Na ocasião, ela [Heloísa] insistiu muito, dizendo que a criança dela estava muito sozinha e que gostava de estar com a minha filha. Naquela noite, achei que não teria problema. Quando cheguei, notei que ela [Heloísa] estava bem tensa, nervosa, mas não achei que poderia ser isso”, disse a mãe da vítima ao programa da TV Globo.

A criança então relatou o abuso à mãe, que disse não ter ido imediatamente à delegacia –e confrontou a cantora sobre o que aconteceu. Inicialmente Heloísa demonstrou que estaria do seu lado, mas depois ela foi bloqueada no celular pela cantora, que parou de falar com ela. Heloísa disse que veio para o Brasil com os filhos por um tempo, mas depois voltou aos EUA –e atualmente continua atuando em igrejas no país.

“Num primeiro instante eu me senti acolhida por ela porque, quando fui conversar com Heloísa sobre isso, ela prontamente disse que estaria comigo nesse processo de acusação. Mas depois ela rompeu comigo e não teve mais contato”, afirmou a mãe da vítima.

A família teve o apoio judicial e psicológico de uma ONG fundada por uma brasileira que ajuda outros brasileiros e latinos que moram nos EUA, e atua contra violência doméstica, tráfico humano e abuso sexual infantil.

As investigações da Justiça americana que levaram à prisão de Grubert reuniram provas contundentes e testemunhas, segundo a mãe. Marcos foi preso preventivamente e será submetido a julgamento.

Angústia e alívio

A mãe da vítima disse ter chorado de felicidade quando ficou sabendo da prisão de Marcus. Segundo a mãe, a criança perguntava diversas vezes “mãe, o Marcos já foi preso?”

“Quando recebi a notícia foi uma sensação de alívio. Hoje é um sentimento de que cumpri com o que precisava ser feito. O próximo passo é o julgamento e estamos acreditando que a justiça com certeza será feita”, disse a mãe.

Registro de Marcus Grubert no sistema prisional de Osceola, na Flórida, em 22 de maio de 2024. — Foto: Reprodução

Registro de Marcus Grubert no sistema prisional de Osceola, na Flórida, em 22 de maio de 2024. — Foto: Reprodução

Apoio psicológico para a família

A mãe da vítima disse ao “Encontro” que a família tem recebido apoio psicológico para lidar com o caso.

Como parte do processo, a criança teve que testemunhar algumas vezes contando o que aconteceu e recebeu ajuda de profissionais para isso, segundo a mãe.

“Isso é uma das coisas que mais no causou dor. Ter que ver ela revivendo isso algumas vezes, mas entender que isso era para o bem dela, para que a justiça fosse feita. Por instruções de profissionais, nós não falamos sobre esse assunto dentro de casa. Eu fui treinada a saber receber ela se ela viesse com alguma informação. A gente se preocupou para fazer tudo de forma correta para que ela alcançasse esse nível de recuperação que ela está hoje”, disse.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas