Polícia prende homem que viajou de Rio Branco a Tarauacá para incendiar casa de ex-namorada

A Polícia Civil do Acre (PCAC) conseguiu prevenir um possível caso de feminicídio ao cumprir uma ordem judicial contra um homem de 21 anos, suspeito de praticar atos violentos contra a ex-namorada.

O suspeito havia sido alvo de um pedido de medida protetiva devido a episódios anteriores de violência.

Apesar da medida protetiva, o homem continuou a perseguir a ex-namorada, culminando em uma tentativa de atear fogo na casa da mulher. Determinado a atentar contra a vida da ex-companheira, ele viajou de  Rio Branco para Tarauacá com a intenção de consumar o crime.

A PCAC localizou e prendeu o suspeito em  Rio Branco, cumprindo um mandado de prisão preventiva nesta quarta-feira (22). O homem agora se encontra à disposição da Justiça.

“Não admitimos, sob nenhuma circunstância, condutas criminosas como essa. Qualquer ato de violência será tratado com a máxima seriedade e rigor, garantindo que os responsáveis sejam levados à justiça. A segurança e a integridade das mulheres em nossa comunidade são inegociáveis”, disse o delegado que atua em Tarauacá, Dr. José Ronério.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas