Durante competição de fisiculturismo, fotógrafo que tem filho autista levanta bandeira da neurodiversidade

O fotógrafo acreano Diego Gurgel participou do V Campeonato de Fisiculturismo Acreano, que aconteceu no último domingo (19), no auditório da Livraria Paim.

Diego conquistou o quarto lugar na categoria Mens’s Physique, e aproveitou seu momento no palco para levantar a bandeira da neurodiversidade, causa muito defendida pelo fotógrafo.

Em sua página no Instagram, o fotógrafo explicou o que o motivou a participar do campeonato, afirmando que ficou feliz pelo quarto lugar.

“São coisas excelentes e coisas sem importância, mas que também me motivaram. A boa foi essa coisa de que eu poderia fazer alguma coisa nova levando a palavra da neurodivergência, das pessoas com neurodiversidade”, disse.

Gurgel conta que não entrou na competição com o intuito de ganhar, mas sim para se superar.

“E nem fui para ser competitivo, eu fui para ganhar das minhas próprias fraquezas. Eu queria me provar, e foi o que eu fiz. Acho que fui o quarto lugar mais feliz da história daquele esporte, porque de fato me diverti, fiquei com medo e fiquei feliz”, ressaltou.

Diego Gurgel é pai do pequeno José, de seis anos, que tem o transtorno do espectro autista (TEA). Em suas redes sociais, o fotógrafo mostra seu dia a dia com o filho.

 

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas