Detentos de presídio do Acre produzem móveis de madeira para venda

Na Unidade Prisional Evaristo de Moraes, um projeto tem transformado a vida de detentos e beneficiado a comunidade local. A marcenaria instalada dentro do presídio oferece aos presos a oportunidade de trabalho e aprendizado, com a produção de móveis variados.

Entre os produtos confeccionados pelos internos, destacam-se as caixas de lixo de madeira, equipadas com tampa e dobradiça, que proporcionam maior segurança e proteção para o depósito de lixo.

Essas caixas, assim como outros móveis, estão disponíveis para compra diretamente na unidade. Interessados devem se dirigir à Unidade e entrar em contato com a direção administrativa.

Além das caixas de lixo, a marcenaria também produz balcões de pia, mesas, cadeiras e uma variedade de outros móveis.

Este projeto não apenas oferece uma fonte de renda para os detentos, mas também desempenha um papel crucial na ressocialização daqueles que possuem habilidades na fabricação de móveis.

O trabalho na marcenaria é supervisionado pelos policiais penais de Sena Madureira, que garantem a organização e a qualidade da produção.

“A atividade de marcenaria é uma excelente oportunidade para os presos aprenderem um ofício, além disso contribui com a redução de pena”, afirma o diretor da Unidade, Jair Silva.

Sobre

@2024 – Todos os direitos reservados. Hospedado e desenvolvido por RJ Sistemas