segunda-feira,20 maio 2024

Polícia prende grupo que agia no Acre aplicando golpes milionários com nomes de políticos famosos

Matheus Mello, ContilNet

Na última semana a Polícia Civil do Ceará, com o apoio das polícias do Maranhão e Piauí, desencadearam a Operação O Clone, que desarticulou um grupo criminoso suspeito de aplicar golpes usando o nome de políticos como Jade Romero (MDB), atual vice-governadora do Ceará e Augusta Brito (PT), secretária de Articulação Política.

Além do Ceará, o grupo também agia no Acre e em outros cinco estados: Bahia, Alagoas, Tocantins, Minas Gerais e Mato Grosso.

As informações foram detalhadas durante coletiva de imprensa concedida nesta segunda (13) na sede do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), em Fortaleza.

De acordo com o site Opinião CE, As vítimas só perceberam que tinham caído em um golpe quando realizavam o pagamento. Na ocasião, os infratores entravam em contato com prefeitos, parlamentares e associações beneficentes simulando ser autoridades políticas. Os golpistas ofereciam, então, falsas doações.

Um mandado de prisão preventiva foi cumprido, em desfavor de uma mulher, de 30 anos. Bem como foi cumprido outro mandado de busca e apreensão, que também resultou na prisão em flagrante de um homem, de 22 anos, que estava em posse de drogas. Ainda durante a ofensiva, foi determinado o bloqueio judicial de valores dos envolvidos no montante de R$ 1 milhão.

O homem e a mulher foram colocados à disposição da Justiça. As diligências acerca do caso continuam com a finalidade de prender os demais partícipes do esquema criminoso.

Últimas