segunda-feira,20 maio 2024

Gêmeas siamesas do Acre que dividiam o mesmo coração morrem em hospital de Brasília

Redação ContilNet

As gêmeas siamesas que dividiam o mesmo coração Aylla Sophia e Allana Rhianna, filhas do casal Alice Fernandes, de 18 anos, e Adriano Silva, de 22 anos, morreram na manhã desta quinta-feira (9), em Brasília. A morte foi confirmada nas redes sociais da mãe, que publicou uma imagem de luto com a foto das filhas.

As meninas nasceram nasceram no dia 3 de abril, em Brasília, e estavam internadas juntamente com sua mãe, no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), no Distrito Federal. As crianças dividiam o mesmo coração, fígado e intestino. As bebês estavam se alimentando por sonda e estavam no oxigênio.

Alice descobriu a situação das filhas durante um ultrassom, feito em Brasiléia, no interior do Acre, em seguida ela foi transferida para Rio Branco e depois para Brasília, onde deu a luz.

As bebês nasceram unidas pelo tórax e compartilhavam coração, fígado e intestino. Segundo o que os médicos informaram à família, não havia o que se fazer para que as gêmeas tivessem expectativa de sobrevida. A família mora na zona rural de Brasiléia, no Ramal Santa Luzia, Seringal Apudí e descobriu a gravidez antes mesmo de realizar o chá revelação.

Últimas