domingo,26 maio 2024

“Nunca falou que não estava com ele”, diz Radamés sobre Viviane e Belo

Metrópoles

Depois de vir à tona que Radamés Furlan foi o pivô da separação de Belo e Viviane Araújo, após uma declaração de Luciana Picorelli, ex-do músico, a coluna Fábia Oliveira conversou com o jogador de futebol, com exclusividade.

O rapaz confirmou a história depois de ter seu nome envolvido no término do casamento entre o cantor e Gracyanne Barbosa.

“Eu sempre saí como culpado, eu sempre saí como o filho da puta da história. A Viviane sempre sai como a coitadinha, como a vítima, mas eu não tive voz na época e preferi me calar, deixar de lado. Mas, como surgiu meu nome [na separação de Belo e Gracyanne], me sinto no dever esclarecer”, falou para esta colunista que vos escreve.

Segundo Radamés, a história com a rainha de bateria do Salgueiro começou em 2005, quando ela ainda era casada com o pagodeiro.

Os dois se conheceram na gravação de um programa, apresentado por Gugu Liberato.

Desde então, passaram a se falar e manter contato com frequência, se relacionando em seguida. Araújo terminou com Belo em 2007.

O ex-Fazenda explicou que na época, Viviane não comentava sobre o relacionamento com o artista e nem se estavam em crise: “Ele [Belo] estava preso. Ela [Viviane] não comentava sobre isso [o casamento] comigo. Pra mim, eles estavam juntos, porque ela ia visitar ele na cadeia e ele passava o fim de semana em casa”.
E prosseguiu dando detalhes do caso extraconjugal: “Assim, sempre que o Belo estava em casa, a gente não podia se falar. Tudo isso pra mim dava a entender que ainda estavam juntos. Ela não falava e eu preferia não tocar nesse assunto”.
Radamés Furlan ressaltou que não tinha ideia de como Belo e Viviane viviam. “Ela nunca falou que não estava com ele.
Belo e Viviane Araújo
Reprodução
Pra mim, estava [junto]. Tanto é que a gente evitava de aparecer, [evitava] de que as pessoas soubessem, porque ela ainda tinha esse relacionamento com ele”, ressaltou.

O ex-participante do reality da Record TV esclareceu que, na ocasião, foi inconsequente:

“Foi coisa de menino, de imaturo, de menino sem muito juízo. Eu acabei me envolvendo, não me orgulho disso. Me arrependo muito de ter me envolvido com uma mulher casada, que tinha compromisso com uma pessoa pública”, encerrou.

Outra versão da história

O nome de Radamés surgiu no imbróglio depois de Luciana Picorelli se pronunciar sobre o assunto.

Num bate-papo exclusivo com a coluna Fábia Oliveira, a apresentadora contou que, na época, o cantor estava separado da rainha de bateria do Salgueiro quando passaram a se relacionar. “Não separei ninguém”, disse.

“Eu nem queria estar nessa situação hoje, porque já se passaram tantos anos, né? Mas eu não fui pivô de nada. Eu queria deixar isso claro.

Tive um relacionamento com o Belo sim, mas na época, ele já estava vivendo a vida dele e ela a dela. Na verdade, já tinha uma separação ali não declarada”, revelou com exclusividade.

Picorelli, que ficou conhecida como repórter do programa de Wagner Montes, Balanço Geral, na Record TV Rio, completou:

“Não separei ninguém. Eu era bem nova, não conhecia ninguém e me arrependo de algumas coisas que fiz por más influências.

Por exemplo, na época, ter exposto isso [a relação com Belo]. Me arrependo demais de ter permitido ser influenciada. Hoje ela está casada, feliz e com um filho lindo. E eu também”, ressaltou.

Luciana Picorelli com Belo e Viviane Araújo

Luciana contou que o relacionamento aconteceu em 2003, antes dele ser preso. Questionada se o famoso havia dito estar separado, a moça se esquivou.

“Belo não falava claramente sobre isso, mas dizia que não estavam bem. Sempre. Se eu pudesse voltar ao passado, não teria feito muita coisa, mas infelizmente não posso”, lamentou.

Últimas