Senado não dará mandato vitalício a Bolsonaro, diz Pacheco a Lira

O Senado não aprovará uma mudança na Constituição para dar mandato vitalício aos ex-presidentes da República.

O recado foi dado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ao presidente da Câmara, Arthur Lira.

Em conversa na noite de domingo, Pacheco disse a Lira que a proposta de emenda constitucional não tem chance de ser aprovada na Casa que comanda.

A ideia era costurada em silêncio pelo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, como antecipou no domingo o colunista Lauro Jardim.

O objetivo da emenda era claro: manter Jair Bolsonaro com foro privilegiado após deixar a Presidência. O que significaria blindá-lo da caneta de juízes de primeira instância.

Leia mais em O Globo.

POR O GLOBO

Últimas